Adesom ao comunicado da FEL

Seguramente todas sejades conscientes da campanha de criminalizaçom iniciada contra o estudantado que formou parte do boicote ao ato organizado polo grupo empresarial PRISA na Universidade Autónoma de Madrid. Lá estavam coma ponentes o ex-presidente Felipe González, responsável de leis educativas coma a LODE (1985) ou a amplamente rejeitada pola comunidade educativa LOPEG (1995), ademais de impulsor do papel das entidades concertadas na educaçom; e Jose Luis Cebrián, o Presidente Ejecutivo do jornal El País e também conhecido polo seu trabalho durante o franquismo coma redator-chefe no periódico Pueblo, órgao propagandístico ao serviço dos Sindicatos Verticais.

Também entendemos que nas aulas da Universidade Pública nom deveram ter espaço as grandes empresas que pulam por privatizá-la e sempre estaremos do lado do estudantado combativo que denuncia isto.

 

Por isso, contra as campanhas de criminalizaçom e repressom cara ao estudantado, é imprescindível tecer redes de apoio e solidariedade. Desde Erguer. Estudantes da Galiza aderimo-nos ao comunicado da Federaçom de Estudantes Libertários e mostramos toda a nossa solidariedade e carinho às companheiras da FEL-Madrid e a todas as estudantes criminalizadas.

COMPARTIR/PARTILHARShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Aínda non hai comentarios

Por que non ser o primeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *